Usiminas

Festival de Verão Vale do Aço tem início nesta quarta-feira com diversas apresentações no Centro Cultural Usiminas e Teatro Zélia Olguin

17/01/2018

Duo Ricardo Valverde e Rodrigo Carneiro abrem o Festival com o show “Trios”.

 

Exposições, oficinas e música marcam o início do Festival de Verão Vale do Aço 2018 nesta quarta-feira (17/1). Realizado pelo Instituto Cultural Usiminas, o evento também oferece ao público muita comédia e dança cigana nesta primeira semana de programação com ingressos a preços populares. O Festival tem o patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A abertura será feita pela dupla paulista Ricardo Valverde e Rodrigo Carneiro com o show “Trios”, nesta quarta-feira, dia 17, às 20h, no Teatro do Centro Cultural Usiminas. A dupla se apresenta com um vibrafone e um violão de 7 cordas, fazendo um passeio sonoro por diversos ritmos e estilos brasileiros como choro, baião, bossa nova e samba.

Na sexta-feira (19/1), quem se apresenta no Teatro do Centro Cultural Usiminas é a Cia Esmeralda de Dança Cigana (MG), com o espetáculo “Sangre y Fuego”. O evento, que será realizado às 20h, apresenta a história do conturbado amor entre os ciganos Esmeralda e Hugo. A trama se passa na cidade de Andaluzia, na Espanha, considerada a terra do sol, dos amores e da música.  No mesmo dia, no Teatro Zélia Olguin, o Grupo Boca de Cena (MG) apresenta o teatro contemporâneo “Humano demasiado humano – fragmentação absoluta”, às 20h.

O espetáculo “A rainha do rádio”, da Esfera Produções Artísticas (SP), vai contar a história da radialista Adelaide Fontana, que foi demitida após 25 anos de casa, quando comandava o “Suspiros ao meio-dia”, e resolve invadir e se trancar no estúdio da Rádio Esperança para fazer um programa especial. A peça será realizada no Teatro do Centro Cultural Usiminas, no sábado (20/01), às 20h.

No domingo (21/1) quem está em cartaz é a Cia. de Humor Trio Comédia (MG), com o espetáculo “Hoje é dia de maldade”. A peça será apresentada no Teatro do Centro Cultural Usiminas, às 19h. O espetáculo aborda a mística da sexta-feira (o dia da felicidade sem motivo) para o teatro. Com personagens engraçados, o grupo brinca e se diverte com a plateia, usando e abusando de magia e da loucura que a sexta-feira proporciona nas pessoas.

Exposições e oficinas

O público poderá acompanhar a partir desta quarta-feira (17/1), no Foyer do Centro Cultural Usiminas, a mostra coletiva “Bem bordado”, montada com obras produzidas a partir de materiais alternativos, de vários artistas locais, com o propósito de apresentar uma identidade gráfica para a região. A visitação pode ser realizada de terça a sábado, até o dia 11 de março, das 10h às 21h.

Na Galeria do Teatro Zélia Olguin o público poderá conferir, a partir de quarta-feira (17/1), a exposição “Rostos e Forma, Marcas e Histórias” dos artistas Deborah Carla Gomes Lima Oliveira e Jeferson Colbert Gomes Lima (MG). A mostra apresenta um trabalho feito em papel machê por meio do qual são retratados povos, culturas e a história de épocas. A exposição estará aberta para visitação sempre 2 horas antes dos espetáculos realizados no Teatro Zélia Olguin, até 11 de março.

No Jardim Externo do Centro Cultural Usiminas serão realizadas duas oficinas, na sexta-feira (19/1) a artista Vanuza Bárbara (MG), ministra, às 15h, a oficina “Criar como que temos – projeto bem bordado”. Na ocasião, os participantes irão aprender a desenhar peças básicas dos nossos guarda-roupas. No sábado, (20/01) é hora de aprender a criar mandalas usando material reciclável na Oficina de Mandalas em CD, que será conduzida por Maria Freitas de Oliveira, a partir de 15h.

Os ingressos de toda a programação do Festival, que vai até o dia 11 de março, podem ser comprados na Bilheteria do Centro Cultural Usiminas, Bilheteria do Teatro Zélia Olguin, Shopping do Vale do Aço, Hospital Márcio Cunha Unidade I, Hiperconsul e Internet – www.eventim.com.br. Para todos os espetáculos os valores de meia entrada serão estendidos a todas as categorias até 2 horas antes do evento. As oficinas são gratuitas, mediante agendamento na Ação Educativa pelo telefone (31) 3824-3731.

A programação completa do Festival de Verão pode ser acessada no site www.institutoculturalusiminas.com. Mais informações: 31.3822.3031.

Serviço – Festival de Verão Vale do Aço 2018

17/1

Show “Trios”

Local: Teatro do Centro Cultural Usiminas

Horário: 20h

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia estendida)

17/1 a 11/3

Exposição: Rostos e forma, “marcas e histórias”

Local: Teatro Zélia Olguin

Horário: 2 horas antes dos espetáculos em cartaz

17/1 a 11/3

Exposição: Bem bordado

Local: Foyer do Centro Cultural Usiminas

Horário: Terça a sábado, das 10h às 21h

19/1

Oficina: Criar com o que temos – projeto bem bordado

Local: Jardim Externo do Centro Cultural Usiminas

Horário: 15h

Entrada franca mediante agendamento na Ação Educativa: (31) 3824-3731

19/1

Dança: Sangre y Fuego

Local: Teatro do Centro Cultural Usiminas

Horário: 20h

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia estendida)

19/1

Teatro: Humano demasiado humano – fragmentação absoluta

Local: Teatro Zélia Olguin

Horário: 20h

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia estendida)

20/1

Teatro: A rainha do rádio

Local: Teatro do Centro Cultural Usiminas

Horário 20h

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia estendida)

20/1

Oficina: Mandalas em CD

Local: Jardim Externo do Cetro Cultural Usiminas

Horário: 15h

Entrada franca mediante agendamento na Ação Educativa: (31) 3824-3731

21/1

Teatro: Trio comédia em “Hoje é dia de maldade”

Local: Teatro do Centro Cultural Usiminas

Horário: 19h

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia estendida)

 


Categorias: Notícias, Releases