Usiminas

Contação de Histórias na Biblioteca Central de Ideias reúne mais de mil pessoas em 2017

13/11/2017

Um mergulho no universo de contos, fábulas, poesias e muita diversão. Essa foi a experiência vivenciada por 1.218 pessoas que participaram das sessões de Contação de Histórias na Biblioteca Central de Ideias no ano de 2017. A última sessão foi realizada nos dias 8 e 9 de novembro, com a participação de 193 pessoas, entre estudantes e famílias. Realizada pelo Instituto Cultural Usiminas, dentro da programação da Ação Educativa, a Contação de Histórias na Biblioteca Central de Ideias oferece sessões para escolas da região e entorno e para famílias.

A atividade promove uma visita lúdica ao espaço, localizado no Centro Cultural Usiminas. A atriz  Raquel Vieira conduz a Contação ao interpretar Flora Manga, que dá vida a várias histórias que saem dos livros e entram na imaginação do público. Para algumas escolas a participação na atividade dá fôlego ao árduo trabalho de incentivo ao hábito da leitura. Presente na edição de novembro da contação, a professora Janaína Gomes Batista, da Escola Municipal Raimundo Coura de Barcelos, espera que a participação ajude a impulsionar o trabalho em sala de aula. “É a primeira vez que participamos da contação. Tirar os alunos do ambiente da escola e trazer para esse lugar recheado de livros é muito importante para o desenvolvimento deles”, afirma a professora.

Para Raquel Vieira, uso excessivo de eletrônicos diminuiu a concentração e a sensibilidade das crianças a esses estímulos lúdicos, aumentando o desafio do incentivo à leitura. “Passamos por crise da literatura clássica universal, que aos poucos foi abandonada. Por isso, busco selecionar contos clássicos porque carregam histórias inteligentes e de valor. Aqui na Contação, mostramos que uma história clássica é mais forte e poderosa que todos esses aparatos modernos”, pontua a atriz.

Localizada no Centro Cultural Usiminas, a biblioteca disponibiliza gratuitamente para a comunidade um acervo com mais de 9 mil livros, sala de estudos e  acesso à internet. A diretora do Instituto Cultural Usiminas, Penélope Portugal, salienta que a biblioteca tem sido uma referência de acesso à literatura na região e a Contação de Histórias ajuda a atrair ainda mais pessoas ao universo da leitora. “De forma interativa e lúdica, apresentamos nosso acervo aos participantes e reforçamos que este espaço é para a comunidade. Convidamos a população a prestigiar a última edição da Contação de Histórias para Famílias deste ano”, frisa a diretora.

A Contação de Histórias na Biblioteca Central de Ideias integra programação da Ação Educativa, realizada pelo Instituto Cultural Usiminas por meio do projeto “Plano Anual Instituto Usicultura 2017” (Pronac 164275), que tem o patrocínio da Usiminas e Massas Vilma por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

 


Categorias: Ação Educativa